Vantagem competitiva: encontrando seu diferencial

Vantagem competitiva. Qual é a sua?

 Quem não quer ter vantagem sobre a concorrência?

Embora eu preze por nos unirmos aos possíveis concorrentes e fazermos parcerias para o sucesso de ambos, sempre existirão profissionais em um nível superior, outros em nível médio, alguns em nível mais baixo e os que cobram 1,99.

Há quem defenda que sua vantagem competitiva será infalivelmente uma combinação destes 5 atributos fundamentais:

Preço

Qualidade

Serviço

Publicidade / promoção / vendas

Entrega

Algo que já deveríamos ter colocado na cabeça de uma vez por todas é que as pessoas que tomam decisões de compra apenas com base no preço não são pessoas que você deseja como clientes por estas boas razões:

1) Eles consomem todo seu tempo já na negociação.

2) São os que mais reclamam ou pedem modificações (sem pagar extra por isso).

3) Eles se “esquecem” de pagar ou notoriamente atrasam o pagamento. Alguém para quem alguns poucos reais são importante a ponto de levar o dia inteiro ou mais a negociar, está certamente disposto a aproveitar ao máximo esse dinheiro, demorando a enviá-lo para sua conta.

4) Eles dizem aos seus possíveis clientes e/ou competidores  o quão pouco te pagaram. Eles gostam de vangloriar-se de ter tirado vantagem e isso é altamente nocivo para toda a indústria, porque incentiva os outros a fazer o mesmo.

5) Eles não vão comprar de você novamente, de qualquer maneira. E se o fizerem, experimente aumentar o preço em cinquenta centavos para ver o quão rápido eles vão embora.

Existem muitas boas razões para evitar os compradores de preços. E se você decidir, assim como eu, que não vai baixar seus preços para atender às demandas de um cliente potencial, você terá que competir em alguma outra coisa.

 

Vejamos algumas possibilidades:

  • Uma relacionamento fácil, descomplicado e leve
  • Total de ofertas de serviços
  • Confiabilidade e disponibilidade
  • Conhecimento, competência e suporte/acompanhamento

 Para encontrar suas vantagens competitivas e os motivos que te farão ver porquê você é único no que faz, responda em um papel as seguintes perguntas e não seja modesto:

  1. Como você é único?
  2. Quais são as três coisas que te fazem inesquecível?
  3. Que talentos especiais você acredita que estão no seu DNA?
  4. Em que você é bom, desde que era criança?
  5. Pelo que as pessoas sempre te elogiam?
  6. Sobre o que você adora ou nunca se cansa de falar na sua vida pessoal?
  7. Sobre o que, na sua opinião, você jamais cansa de falar sobre seu trabalho?

 Às vezes estamos muito envolvidos e não enxergamos em nós todas as qualidades que vemos nos outros. Por isso, se for mais confortável para você, envie essas perguntas para algumas pessoas que considere importantes na sua vida, para obter respostas sobre você e sua personalidade.  Você não apenas começará a ver algumas verdades sobre quem você é, mas também começará a receber os mais tocantes e afáveis e-mails. — Sério! Tente.  

 

Vantagem competitiva. qual é a sua?

 

Envie e-mail ou mensagem em redes sociais a cinco ou mais pessoas (incluindo amigos, família, clientes, vizinhos e conhecidos de todas as diferentes áreas da sua vida) e peça que descrevam seus cinco maiores traços e peculiaridades. Pergunte por alguma experiência única ou engraçada que tiveram com você. Diga a eles que não precisam ficar tímidos e escrevam o que lhes vier à mente.

Com todas essas novas e preciosas informações sobre si mesmo, certamente ficará maravilhado em já ter vencido tantos desafios e escolhido o caminho do empreendedorismo. Não é tarefa fácil.  Tenha sempre em mente todos esses insights sobre você para encontrar suas vantagens competitivas e os motivos porquê você é único no que faz.

Sua própria voz é parte de sua vantagem competitiva. Somos todos únicos, e ninguém pensa ou fala da mesma maneira que você.Uma vez que você definiu suas ofertas originais, defina seu nicho de mercado baseado em seus atributos originais e os tipos de clientes que você quer atrair.Se isso parece complicado para você: olhe para suas qualidades, compare com o tipo de serviço que vem fazendo e do que mais gosta, e determine em que tipos de projeto sua personalidade melhor se encaixa e seus atributos serão melhor aproveitados.

Como uma locutora profissional, gosto de ter aberto o leque de opções que a profissão me dá. Mas após fazer aqueles questionamentos a meus amigos e conhecidos, percebi que estou no caminho certo da profissão: e-learning e narração de vídeos. Se encaixa perfeitamente na minha personalidade proativa e “meio caxias” de ser hehehe mas também com metas bem definidas e que gosta de cumprir prazos. (Sim, existe esse tipo de gente rs)

Além, é claro de passar por aquela lista lá de cima, unindo serviço e entrega às características que considero obrigatória em um profissional. Faço de cada cliente um amigo, todos sabem que tenho filhas gêmeas e que moro perto da praia. Eu sei os nomes de seus filhos e suas datas de aniversário.


E falando sobre ser único e sua vantagem, é interessante ler também sobre Os perigos de julgar e comparar-se a outros locutores.

E você, já conseguiu encontrar sua vantagem competitiva?
Comece  por aplicar essas dicas e me diga o resultado!

Até a próxima!

===========================

Continue navegando

>> Home studio e o ruído do ambiente externo: como trabalhar com isso

>> 7 passos para se tornar um profissional completo na locução

Como desligar a TV vai impulsionar seus negócios em 10 dias

Desligar a tv

Um leitor me perguntou: Linda, porque você só fala em crise?
Ora... Porque é disso que todos estão falando.
A diferença é como eu falo em crise.

Você já percebeu que sempre que você pensa muito em algo que teme, essa coisa acontece?

Isso ocorre porque os sentimentos de raiva e medo se sobrepõe aos pensamentos positivos. Ou simplesmente: falta fé!

Falta fé em você mesmo, em sua capacidade. Sobra medo. De errar, de que as coisas não saiam bem porque não está ao seu alcance controlá-las. Antecipação quando se imagina o que algo pode dar errado e todos os sentimentos negativos vem junto.

Algo bom pode resultar disso?

Por outro lado é mais difícil imaginar e fixar na mente coisas boas e positivas... 

Começar ou cuidar do seu negócio próprio é uma questão de foco

comomontarnegocioSe tem um blog onde eu poderia passer o dia é o eleveseunegocio.com.br De fácil leitura e compreensão, o blog simplesmente educa, no mais amplo sentido da palavra.

Nesse artigo Ramon Tessman nos incita a refletir e nos motiva a agir.

E me parece que tanto no blog dele quanto aqui, as pessoas querem mesmo é se mexer e serem financeiramente independentes abrindo seu próprio negócio. Mas tanto la como cá todos precisamos de instruções de como faze-lo… E para isso Ramon questiona:

Quem está online:

Temos 20 visitantes e Nenhum membro online