Como não perder clientes em tempos de crise?

EstratégiaAo perguntar a gestores de empresas o que cortaram para diminuir gastos e deixar o orçamento rumo ao azul, 7 entre 10 disseram que precisaram deixar de lado os projetos relacionados à comunicação, segundo uma pesquisa involuntária realizada por mim mesma nesses últimos meses.

De fato, não está fácil para ninguém. Se para aqueles que trabalham com contrato fixo e remuneração idem, está sendo complicado, imagina para quem trabalha como freelancer, que é o nosso caso, meu caro leitor ;)

Embora meus clientes sejam, em 90%, estrangeiros, parece que a nossa atual crise política não está refletindo negativamente “apenas” na imagem do país e nos investimentos que os gringos fazem aqui... Mas também está fazendo com que multinacionais que já têm os pés firmes no Brasil deem uma pausa nos projetos.
 
E a pergunta que não quer calar: o que fazer para não perder clientes durante essa nuvem negra? E ainda: Como fazer para ter sempre trabalho mesmo durante a crise?
 
 
PAU PRA TODA OBRA

Como tempo é dinheiro, procuro focar em reconquistar os clientes que já possuo. Sai mais caro atrair novos clientes. Dessa forma, é fundamental manter por perto a base de clientes existentes.
 
  • Eles precisam de uma voz? Dê-lhes uma. Uma não. Várias! Seja na sua diversidade em interpretar, ou realmente indicando colegas caso seus clientes precisem. Por que não? Seu cliente precisa de um parceiro pau pra toda obra. E quando ele tiver trabalho que se encaixe em seu perfil, certamente ele vai lembrar de você, que sempre o ajuda e dá suporte.
  • Eles precisam de um desconto? Faça o seu melhor para ajustar-se a ele. Como eu disse acima, pedindo algo em troca! Tanto seu cliente quanto você tem que ter a sensação de que estão ganhando. Em troca do desconto você pode pedir mais prazo. Pode deixar de editar ou limpar o áudio. Se é um web designer ou escritor, sabe certamente o que negociar. Qualquer coisa, mesmo que pequena, vale para a negociação ficar balanceada.
  • Eles precisam de um prazo determinado? Cumpra-o! Estava negociando semana passada um trabalho de quatro dígitos quando o cliente disse aflito que precisava do trabalho pronto na segunda-feira. Em condições normais, o mesmo só seria entregue na quinta-feira. O que fazer? Entregar na data em que ele precisa para que ele saiba que pode sempre contar comigo. Maaaassss não sem antes negociar com ele! Afinal de contas, se eu tiver que trabalhar final de semana, ele deve me compen$ar por isso. O próximo artigo vai ser sobre isso: Como negociar em tempos de crise para que ambos os lados saiam ganhando.

Na área da locução publicitária a gente trabalha com o encantamento. Assim como as pessoas criativas que trabalham com design, criação de textos e até vendedores. Para se sobressair na sua área, é necessário ter consciência que o processo é de conquista e de convencimento. Com menos dinheiro no caixa da empresa, as ações de marketing e comunicação com cliente são zeradas em um piscar de olhos. Porém, é preciso entender que uma decisão como essa pode ser fatal para o negócio, pois essa atitude gera um círculo vicioso: com menos ações de marketing, menos vendas, o que reforça a crise. Faça seu cliente saber disso!

Já dizia aquele velho ditado: quem não é visto, não é lembrado. E mais: sem clientes... sem negócios!


 

Está pronto o e-book! Em breve um e-book mais completo com mais ideias para você conseguir mais trabalho dos seus prospectos e clientes. Não perca! Cadastre-se e saia na frente.

 
ACESSO AO E-BOOK:  Deseja receber artigos também? Escolha:
captcha 
Odiamos spam. Seu email está a salvo e jamais será dividido com ninguém.

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Quem está online:

Temos 100 visitantes e Nenhum membro online